Saudável

Massa de arroz com camarões e twist oriental

Para duas pessoas...

Ingredientes:

4 camarões, 150 g de massa de arroz, um molho de coentros, uma lima, um polegar de gengibre, dois dentes de alho, azeite e molho de soja q.b., duas colheres de chá de malaguetas em flocos e de sementes de sésamo.

Preparação:

- Esmague os dentes de alho sem retirar a pele e coloque numa frigideira com o azeite, quando este estiver quente salte-e os camarões até ficarem rosados (entre 2 a 4 minutos, não passe demais para que não sequem). Quando estiverem quase prontos tempere-os com um pouco de sal e a malagueta em flocos. Já fora do lume,  junte o gengibre ralado na hora e reserve.

- Leve ao lume água, o suficiente para cobrir a massa de arroz. Quando esta estiver a ferver, verta-a sobre a massa de arroz e deixe-a hidratar durante cerca de 3 minutos. Pique os coentros utilizando também os talos.

- Escorra  a massa de arroz e coloque-a no prato onde vai servir. Disponha os camarões (se quiser pode retirar a casca, mas deixe a cabeça que tem muito sabor), salpique com os coentros picados, regue com sumo de lima e um pouco de molho de soja. Termine com sementes de sésamo.

 

Shopping: Tábua de madeira Gonçalo Prudêncio à venda na Cabana

Uma espécie de Pho

Digo uma 'espécie' porque não sigo aqui uma receita de um pho (sopa tradicional vietnamita), esta é a minha variação sobre um dos pratos de que mais gosto. Adoro a frescura do gengibre e dos coentros acabados de picar, do picante das malaguetas, do equilíbrio da massa da arroz, da complexidade mas também simplicidade deste caldo que nos reconforta o estômago e aquece o espírito.

Se há comida reconfortante, esta é sem dúvida uma delas...

Pho.jpg

Preparação:

Arranje os camarões (guarde as cascas e cabeças) e salteie-os os em azeite bem quente durante cerca de dois minutos, quando terminar retire-os da frigideira para que não sequem.
Faça um caldo - que vai fazer toda a diferença - com as cascas e cabeças colocando-as num tacho com um fio de azeite durante cerca de dois minutos. Com uma colher pressione-as para que libertem todo os sucos, junto cerca de um litro de água e uma cebola em meias luas e deixe levantar fervura. Reduza o lume e deixe apurar durante cerca de 10 minutos. Prove e se for necessário acrescente um pouco de sal. Coe este preparado e reserve.

Cubra a massa de arroz com água a ferver, são precisos cerca de dois ou três minutos para que a massa hidrate e esteja pronta.

Num robot de cozinha coloque o gengibre, o alho, um fio de azeite e mais de metade do molho de coentros e reduza tudo a uma pasta e junte ao caldo dos camarões.

Corte a cebolinha fresca e a malagueta em rodelas finas (retire as sementes à malagueta se preferir menos picante), pique os coentros que restaram e corte a lima em quartos.

Empratamento:

Comece por colocar a massa de arroz, junte os camarões, a cebolinha fresca, a malagueta e a lima. Por fim junte o caldo que deve ser servido bem quente.

É das sopas mais reconfortantes que conheço... Adoro

Ingredientes (para duas pessoas):

- 6 a 8 camarões (prefira os crus e com cabeças para os aproveitar para o caldo)
- Gengibre cerca de um polegar (se não gostar assim tanto de gengibre use só metade)
- 2 dentes de alho
- 1 molho de coentros generoso
- 1 cebolinha fresca
- 1 malagueta
- 1 lima
- Massa de arroz
- 3 colheres de sopa de azeite
- 1l de água

 

 

 

 

Salada três minutos

salada3minutos1.jpg

Ok, podemos chamar-lhe salada cinco, sete minutos no máximo...
O segredo é ter todos os ingredientes à mão:

- Quinoa previamente cozida e arrefecida
- Alface roxa mini
- Funcho (adoro, é a alma desta salada!)
- Cebolas frescas
- Rabanetes
- Germinados
- Manjericão
- Mini-cenouras
- Sementes de sésamo
- Sal
- Mostarda
- Azeite e vinagre

Preparação:

Escolha uma taça ou um prato de sopa para que a alface roxa faça uma espécie de concha. Disponha-as no fundo do prato e vá adicionando o resto dos ingredientes como o funcho cortado em fatias finas e os rabanetes laminados. As cebolas frescas ficam óptimas cortadas fininhas e na diagonal. Depois vá adicionando o resto: a quinoa, o manjericão, os germinados e por fim salpique com as sementes de sésamo. As cenouras, por serem tão pequenas e tenras, coloquei-as inteiras.
Num frasco coloque o azeite, o vinagre, sal e uma colher de café de mostarda (se tiver à moda antiga perfeito, se não tiver utilize a que tem) tape, agite muito bem e regue a salada só na altura de servir...

Eu adorei-a! Super fresca, crocante e repleta de sabores. Se gosta de saladas de certeza que vai gostar desta...